quinta-feira, 27 de maio de 2010

Ossos da ditadura.

Um ex-administrador do cemitério Parelheiros-SP admitiu ao MPF que o subsolo da administração era na verdade um ocultador de ossos da ditadura. O MPF paulista a bom tempo procura encontrar os cadáveres ocultados durante a era de chumbo. Nossas Forças Armadas repleas de homens e mulheres dignas são motivo de orgulho a nação, todavia, uma cúpula predominantemente ultra-conservadora, complascente e anti-democrática persiste em manter a conduta de outrora - lançar nossa história na escuridão, ferindo de morte a dignidade humana e tratando nacionalistas como inimigos eternos. O que o povo precisa é conhecer de sua história e se orgulhar daqueles que tombaram na construção da democracia - do mundo que hoje conhecemos, certamente bem melhor do que os anos de repressão onde a lei do manda quem pode e obdece quem teme a morte, valia mais. Hoje não temos mais gente daquela época no poder. É certo que ainda subsistem poucos - algo em extinção. Mais neste estado onde o bem superou o mal através da morte de nossos heróis da luta contra a espúria e tirana ditasuja, vemos luzes ao fim do túneo, aos poucos a democracia toma forma e força, e, quem sabe de agora por diante, mais e mais pessoas possam ter a coragem de erguer o braço e falar bem alto: "Posso ajudar a aplacar a dor de tantos familiares que não tiveram a chance em sepultar seus filhos!".

4 comentários:

RICARDO disse...

Por muito tempo militei, também, no Grupo Tortura Nunca Mais - SP, mas como eu queria discutir, também, a repressão e as torturas destinadas aos homossexuais, não foi muito bem vindo lá e me afastei. Ou TODOS os arquivos são reabertos, ou todos os corpos devolvidos e identificados ou sempre restará uma mancha na História, que, infelizmente, validará o arbítrio. Parabéns pelo seu post e blog!
Ricardo
aguieiras2002@yahoo.com.br
http://dividindoatubaina.wordpress.com/

Marcos Dupim disse...

A ditadura militar fez parte da minha vida, pois nasci em 1957, mas só tomei consciência do que era aos 20 anos, em 1977. Em 1974, quando vivi em Curitiba com um grupo de jovens, tivemos nossa casa invadida pela Polícia Federal, pois fomos denunciados como comunistas, fomos presos, fichados e vigiados. Até aí, não tinha plena consciência do que acontecia. Só em 1977, quando voltei para o Rio e fiz novas amizades, é que vi o que acontecia.
Pouco lembro-me, pois as coisas eram muito escondidas e o povo não tomava conhecimento dos fatos.

Breno beltrao disse...

FERNANDO SOU DANIEL ESSE DA FOTO GOSTO DE PMS COMO VOCE FORTE AI FERNANDO IMAGINE NOIS DOIS NUM MOTEL DE SAO PAULO NUMA CAMA COM ARCONDICIONADO PENSE VOCE ME TRANSANDO E NOIS DOIS ESCUTANDO MUSICA ROMANTICA ASSIM QUE DESEO EM VOCE MEU HOMEM MINHA VIDA NAO MOSTRE PRO LUCY FICASO ENTRE VOCE E EU VOCE E MEU ME PROTEGE DOS BANDIDOS JUNTOS EU E VOCE COMENDO UMA PIZZA DEPOIS NOS BEIJAMOS BEIJO DE LINGUA AI VOCE FAZ UMA TATUAGEM COM MEU NOME DANIEL NO PE DIREITO BOTE ESSA FOTO MINHA NO GOOGLE SOU SEU FAN SEU AMANTE SOU TODO SEU VOCE E MEU HOMEM SIM FALAREI DA GABRIELA LEVINNT ELA E LOIRA E JA BEIJOU NA BOCA DE UMA MULHER EU VIR ELA BEIJAR ERA DE MADRUGADA FIQUEI TODO EXCITADO EU QUERIA BEIJAR VOCE DO MESMO GEITO UM BEIJO BEM DEMORADO ENTAO FERNANDO NAO CONTE PRA NINGUEM SOMOS AMANTES EM SEGREDO GOSTARIA DE TRANSAR COM VOCE NUM CONDOMINIO NUM DIADE SOL E CALOR SO VOCE E EU OK GOSTOU DE MIM EU GOSTEI AGORA ENTRE NO MEU ORKUT ESSE E UM NOME FALSO ME CHAMO DANIEL

Breno beltrao disse...

E DIA 21 DE DEZEMBRO FIM DE ANO DE 2012 EU DANIEL VOU DIRIGINDO NO CARRO CROSSFOX AMARELO ATE A CASA DO FERNANDO ALCANTARA ENTRO E VEJO ELE NA PISCINA SO DE CUECA EU DANIEL DIGO TIR A CUECA AI O FERNANDO TIRA DEPOIS EU FAÇO ORAL NELE ELE FERNANDO DIZ VAMOS PRO QUARTO AI NOIS VAMOS EU FAÇO ORAL NELE ELE ME BEIJA NA BOCA PEGA A CAMISINHA E DIZ BOTE ESSA CAMISINHA NO MEU PAU EU DANIEL BOTO DEPOIS EU DEITO NA CAMA E FERNANDO ME TRANSA SABE QUAL VAI SER O NOME DO FERNANDO NA OUTRA VIDA DANIEL DANIEL PRADO ELE VAISER BOMBEIRO AI EU DANIEL DIGO FERNANDO PEGA MEU CELULAR QUE FICOU NO CARRO FERNANDO VESTI A ROUPA E PEGA MEU CELULAR DENTRO DO CARRO O CELULAR LG EU DANIEL PEÇO A ELGA JUSSARA A JAPINHA PRA TIRAR FOTO MINHA E DO FERNANDO NA CAMA ELA TIRA NO CELULAR FERNANDO ME BEIJANDO EU DANIEL FAZENDO POSE QUE TO GOSTANDO VOU BOTAR ESSAS FOTO NO ME INSTAGRAM DEPOIS EU FERNANDO ELGA COMEMOS UM PANETONE E ENFEITAMOS A ARVORE DE NATAL

Postar um comentário